Dieta do Metabolismo

Com mudanças nos hábitos alimentares para acelerar o metabolismo, é possível perder peso sem sacrifícios.

Artigo publicado por Aline Silveira nas categorias: Dietas

O metabolismo é o responsável por converter as calorias em energia para que o organismo possa realizar suas funções vitais como a respiração, o batimento cardíaco, o movimento do intestino, o pensamento entre outros. Portanto, quanto mais rápido ele é, mais calorias são queimadas e, consequentemente, mais quilos são perdidos. Sendo assim, se você pretende emagrecer, é preciso aprender a acelerá-lo através da dieta do metabolismo, que é muito simples e fácil de ser seguida.

dieta metabólica

Como Funciona a Dieta do Metabolismo

A criadora dessa dieta foi a preparadora física norte-americana Jillian Michaels, que escreveu o livro “Dieta do Metabolismo” e ficou famosa pela sua participação no programa “The Biggest Loser” (O maior perdedor), no qual ajudou vários gordinhos a perderem peso.

Sua teoria diz que, ao ingerirmos alimentos ruins, nosso metabolismo passa a funcionar inadequadamente, o que leva o corpo a armazenar gordura. Por isso, poderemos corrigir o funcionamento metabólico ao mudarmos nossos hábitos alimentares e ao praticarmos atividades físicas regulares.

Para tanto, a dieta é dividida em 3 fases, que serão descritas com mais detalhes a seguir, mas saiba de antemão que, na primeira, os alimentos ruins serão retirados da sua dieta; na segunda, os bons serão incluídos e na terceira, 3 orientações simples precisarão ser seguidas.

Sintomas de Alterações no Metabolismo

Caso você sinta alguns dos sintomas abaixo, o seu metabolismo está alterado e, portanto, a dieta metabólica será muito importante para colocá-lo em bom funcionamento. São eles:

  • Mesmo ao fazer regimes alimentares com a redução de calorias e práticas esportivas, não consegue perder peso;
  • Sensação de esgotamento e cansaço parece não deixar o seu corpo jamais; e
  • Ao perder peso, ele é rapidamente recuperado, mesmo com a continuação da dieta e das atividades físicas.

As 3 Fases da Dieta Metabólica

Se você disse sim a alguns dos sintomas descritos acima, seu metabolismo está alterado e, por isso, você deve começar agora mesmo a dieta metabólica. Para tanto, preste atenção às 3 fases dela:

Fase 1

Nessa fase, todos os alimentos que estimulam o acúmulo de gordura devem ser completamente removidos das suas refeições. São eles: colorantes artificiais e conservantes, gorduras hidrogenadas, grãos refinados, glutamatos (molhos prontos, caldos de carne, sorvetes cremosos e conservas), xarope de milho rico em frutose (cereais matinais, mortadelas, chocolates ao leite, refrigerantes e outros alimentos processados) e adoçantes artificiais.

Além desses alimentos, há outros que ainda podem ser ingeridos, mas em menores proporções. São eles: cafeína, raízes ricas em amido (batata, abóbora, mandioca e ervilha), soja, frutas tropicais secas e enlatados e álcool.

Fase 2

Agora, é a hora de restaurar o seu metabolismo, incluindo em sua dieta os alimentos que ajudam a queimar gordura. São eles: frutas vermelhas, lácteos, nozes e sementes, carnes e ovos, alho e cebola, grãos integrais, feijão, frutas e vegetais coloridos e verduras.

metabolismo

Fase 3

Finalmente, ao passar pelas 2 fases anteriores, você precisa seguir as 3 orientações abaixo para manter o peso:

  1. Na dieta do metabolismo, você terá que fazer 3 grandes refeições (café da manhã, almoço e jantar) e um lanche à tarde, que devem ser feitos a cada 4 horas. Após às 21 horas, é proibido comer. Assim, o seu organismo não sentirá fome e não acumulará gordura para se proteger contra ela.
  2. Depois das refeições, você deve se sentir satisfeita. Ou seja, nem com fome nem com a barriga cheia demais. Encontre o seu equilíbrio. O ideal é que sejam ingeridas entre 1.200 e 1.400 calorias por dia, mas isso é o seu corpo quem dirá.
  3. Os alimentos devem ser combinados corretamente para não haver ganho de peso. Para tanto, em todas as refeições, inclua carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais. Porém, após as 19 horas, pare de comer carboidratos.

Cardápio

E para seguir a dieta do metabolismo adequadamente, siga o exemplo de cardápio abaixo. Os alimentos podem ser substituídos, contanto que os sejam por equivalentes em calorias.

Café da manhã:

  • 1 fatia de pão de forma integral
  • 1 colher de sopa de margarina light
  • 1 xícara  de chá  de camomila sem açúcar
  • 1 colher de sopa  de aveia em flocos com meio mamão
  • 1 colher de sopa de linhaça dourada após deixá-la de molho por 12h, com meio mamão

Lanche da manhã:

  • 2 castanhas-do-Pará
  • 1 xícara de chá de jasmim

Almoço:

  • 2 colheres de sopa de arroz integral
  • 2 colheres de sopa de feijão
  • 1 filé de frango médio grelhado com limão e alho picado
  • rúcula
  • alface
  • tomate em fatias
  • ½ colher  de sopa de azeite extravirgem
  • 1 colher de sopa de couve ou de espinafre cozidos no vapor

Lanche da Tarde:

  • 2 torradas integrais
  • 2 fatias de peito de peru
  • 200 ml de limonada com adoçante

Jantar:

  • Folhas verdes à vontade
  • 1  pão folha integral
  • Meia  lata de atum sem óleo
  • 1 colher de sobremesa  de queijo tipo cottage
  • 150 ml de suco de maracujá com adoçante

Ceia:

  • 1 xícara de chá de gengibre
Aline Silveira

Autora

Aline Silveira dedicou sua vida a pesquisar sobre saúde e bem estar e conquistou seu manequim 36 após lidar com depressão e atingir o manequim 44.



1 comentário

Comente!




*Campos obrigatórios