3 Dicas Para Controlar Suas Porções

O segredo para não engordar é saber a quantidade e a qualidade das porções.

Artigo publicado por Aline Silveira nas categorias: Dietas

Muitas vezes, não damos conta e incorremos num erro terrível quando estamos controlando o peso, fazendo alguma dieta. Esse erro está implícito nos tamanhos das porções que comemos e isso nos faz subestimar os alimentos e suas capacidades de engordarem. Reparem como o tamanho de alguns alimentos industrializados aumentaram demais o tamanho das porções no intuito de mostrar aos consumidores que o que eles pagam por aquele alimento realmente “compensa” o valor gasto. Veja os pacotes de salgadinhos, garrafas PET de refrigerantes, cerveja “litrão”, porções de petiscos em bares, restaurantes etc. No intuito de mostrar aos clientes o quanto vale a pena gastar ali, e não se atentam para o quanto a quantidade de calorias também aumentou com o tamanho da porção, e como acabamos comendo tudo e engordando mais.

dicas-para-controlar-suas-porcoes

Gorduras e Açúcares

E é exatamente por isso que vamos ter de controlar o quanto comemos, desenvolvendo a habilidade de pararmos de comer assim que estamos confortavelmente saciados, quando damos aquele famoso “suspiro de saciedade”. E por falar em saciedade, atualmente se tornou muito comum ocorrer uma sabotagem do nosso sistema corporal que avisa o cérebro de que já estamos saciados. Sim, a indústria alimentícia e donos de restaurante e happy hour etc muitas vezes sabem como sabotar o sistema corporal, e o método preferido deles é a grande quantidade de açúcar e carboidratos, que fazem a gente engordar pacas.

Dicas-Para-Controlar-Suas-Porções1

Conheça os  Truques

Funciona assim: Carboidratos simples (farinhas brancas) e açúcares refinados (que são carboidratos simples também), são facilmente e rapidamente digeridos e absorvidos pelo corpo. E por essa rapidez, o intestino acaba “deixando de avisar” o cérebro que o intestino está “ocupado” digerindo toda aquela quantidade de carboidratos, sódio, etc. E devido a essa grande carga de glicose que vai para o sangue após a digestão desses carboidratos, o pâncreas faz literalmente jorrar grande quantidade de insulina no sangue para poder queimar toda aquela glicose, e é justamente aí que mora o perigo, pois esse ato de consumir muito carboidrato e, consequentemente, a grande quantidade de insulina, fazem um efeito diverso quanto a saciedade, e a indústria sabe disso. Essa insulina toda vai fazer o seguinte: a) Saída rápida de toda glicose do sangue, e exatamente aí, você volta a ter a sensação de fome! b) A insulina em grandes quantidades bloqueia a leptina, um hormônio que “avisa” o cérebro que você já comeu o suficiente, e com isso, a sensação de saciedade vai embora e você come, come, come… E adeus dieta!

O Que Fazer

Então, agora que você sabe disso, controle sua comilança quando estiver diante de certas porções. Você vai ter de substituir as porções ricas em carboidratos por outras porções de alimentos ricos em proteínas, gorduras boas, fibras como frutas, legumes e vegetais. Elabore porçõezinhas de cenoura, com tomatinhos e outras frutas que combinem com alguma proteína. Adicione limão, azeite e substitua a famosa batata frita, e outras porções de alto carboidrato. Nada mais certo do que repetidas vezes em vários artigos é o controle sobre a quantidade. Nós esquecemos a todo tempo de controlar a quantidade. Esse é o fato mais corriqueiro: a falta de controle sobre a quantidade de carboidratos. Temos de preparar em casa nossas porções saudáveis.







Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.